Chikung para as diferentes fases do ciclo menstrual - Parte I


Fase pós-menstrual e Fase meio do ciclo (ovulação)

Segundo a Medicina Chinesa o ciclo menstrual divide-se em 4 fases:

Fase Menstrual - Durante esta fase o sangue está em movimento e este movimento  depende do livre fluxo do Qi do Fígado. Dá-se a queda dos níveis de progesterona e a necrose do endométrio.

Fase Pós-Menstrual - Dura aproximadamente 7 dias. Aqui o Sangue  e Yin estão relativamente em vazio, assim como os meridianos do Chong e Ren Mai.  Corresponde à Fase folicular,  os folículos crescem e o estrogénio aumenta pela ação da hormona  (FSH).

Fase do Meio do Ciclo – Dura aproximadamente 7 dias. O sangue e o Yin começam a encher os meridianos do Chon e Ren Mai.  Corresponde à fase da Ovulação. O ovulo é libertado do folículo e o corpo lúteo desenvolve-se sob o efeito da hormona (LH).

Fase Pré-Menstrua - Dura aproximadamente 7 dias. Aqui o Yang Chi sobe, o Chi do fígado movimenta-se em preparação para o ciclo.  A mobilização do Chi do Fígado torna-se fundamental. Corresponde à  fase luteínica. O corpo lúteo cresce e segrega progesterona.

Em MTC usa-se cada uma das fases do ciclo para tonificar, desbloquear ou dispersar de acordo com a condição apresentada.

A mulher pertence ao yin, e é caracterizada por uma forte dose de emocionalidade.
O útero está ligado ao coração pelo canal do útero (Bao Mai). Desta forma, as alterações  hormonais que acontecem no útero e ovários  durante o mês são expressas pelo coração  em termos  emocionais.
Em Medicina Chinesa, as hormonas são distribuídas pelo sangue, logo ligadas ao fígado, mas são da responsabilidade do Rim visto ser este o responsável pelo cérebro,  morada da hipófise e fonte do controlo hormonal.
A cada fase menstrual, como vimos acima, existe um órgão que está mais ativo e será a este que os exercícios de chikung serão dirigidos.


Chi Kung

Vista roupa confortável, de preferência algodão ou seda. Descalce-se ou use meias. Escolha um local arejado, e com pouco ruido se optar por praticar dentro de casa. Se optar pela natureza, escolha um local com pouco ruído e com  muita vegetação.

Coloque os pés à largura dos ombros, os joelhos ligeiramente flectidos.


Faça uma automassagem para colocar a energia a circular: massaje a cara com as pontas dos dedos, testa, boca, orelhas.


Siga para os braços: desça a mão pela face interna do braço e suba-a pela face externa seguindo desta forma a circulação energética dos meridianos.

Em seguida desça as mãos pelas laterais das pernas até aos pés e suba pela face interna das pernas passando pelas virilhas.


Massaje os rins e o sacro e coloque as mãos sobrepostas sobre o umbigo.


Sinta o seu ventre, o seu centro durante alguns momentos esqueça o que a rodeia e centre a atenção no seu umbigo ou dois dedos abaixo deste.
Coloque uma das mãos sobre o umbigo e a outra nas lombares, oposta à da frente.
Feche os olhos e sinta o seu centro durante alguns momentos.
Sinta o seu interior.


Se estiver na Fase Pós-menstrual:

Você é capaz de se sentir cansada e com falta de energia, o seu yin e sangue estão em vazio, assim como os meridianos do vaso de Vaso de Concepção (Ren Mai) e Vaso Governador (Du Mai).

     Coloque-se de pé com os pés a largura dos ombros.
     Faça uma automassagem, como descrito acima e inclua uma boa massagem ao fígado, baço e Rins.

    Coloque as mãos no fígado e tente expandir esta área em inspiração, prenda a respiração e bata, com a mão fechada em forma de punho, sobre a área do fígado, faça o mesmo para o Baço e os Rins.
     Centre a atenção no umbigo.
     Inspire e expanda o abdómen, expire e contraia-o. Esta respiração, também chamada “respiração de fole”, deve ser feita de forma firme e forte durante 10-15 respirações. A respiração, feita desta forma, vai dar uma massagem vigorosa aos órgãos internos, fazendo com que a sua energia aumente.


      Tombe o tronco frente ao corpo lentamente observando o movimento de cada vértebra.
      Mantenha o tronco em baixo durante uns segundo antes de retornar à posição vertical.
      Quando o fizer, suba o tronco movimentando vértebra a vértebra, sempre com a cabeça em baixo.
      Só no fim a cabeça sobe.
      Sinta o trabalho do Vaso Governador.
     Coloque as mãos nos quadris e tombe o tronco para traz. Abre bem o peito e sinta o
     Vaso de Concepção em extensão.

      Com o tronco direito, coloque a língua no palato e contraia ligeiramente o períneo.
     Faça a órbita microcósmica.
     Inspire pelo vaso Governador do Períneo até ao topo da cabeça. Relaxe o períneo e deixe cair a língua; expire pelo Vaso de Concepção.
     Repita durante 6 voltas.


Se estiver a meio do ciclo (ovulação):

Provavelmente sente-se com mais líbido. Durante esta fase, a mulher fica mais atraente, os olhos estão mais expressivos, o seu cheiro está mais sedutor. Esta fase corresponde à ovulação.
O útero prepara-se para receber o óvulo fecundado, o yin aumenta e os meridianos do Vaso Governador e Vaso de conceção começam a encher-se de energia.

Esta é a fase que deve trabalhar mais a sua energia sexual e autoestima.

Coloque-se de pé com os pés á largura dos ombros. Faça uma automassagem pelo corpo todo.
Inclua os seios.
Rode as ancas em círculos e bascule a pélvis para a frente e para trás.
Sinta a pélvis.
Coloque uma mão ao nível do coração e outra ao nível da Sínfise Púbica (osso púbico).
Relaxe e respire para as suas mãos.
Faça círculos com ambas as mãos.
Desta forma ativa o fogo do coração e a água da zona sexual.
Coloque as mãos nos  seios, respire fundo e sinta-os. Peça permissão ao seu corpo e comece a massajá-los, use uma respiração suave.
Use “óleo de Jojoba” ou “grainha de uva com essência de rosa”. 

Após a massagem traga as mãos até aos seus ovários. Massaje-os e em seguida coloque as mãos sobrepostas ao nível da sínfise púbica.
Respire para essa área.
Se já praticar durante algum tempo, absorva a energia do peito com o seu útero. Se for principiante, visualize a energia a descer até ao útero.
Mantenha as mãos ao nível do útero que fica por trás da bexiga.

Centre-se agora no seu coração. Sorria para ele e leve essa energia até ao útero e ovários.

Termine fazendo a órbita microcósmica 6 vezes (o último exercício da fase pós-menstrual).
Artigo realizado por Paula Madeira com ilustrações de Andreia Gomes.

No próximo artigo abordaremos as restantes fases:
fase pré-menstrual e menstruação e os exercícios de Chi Kung que se adequam a esses momentos.