Cistite de Lua-de-mel



CISTITE, O QUE É?

A cistite é uma infecção da bexiga frequentemente causada por bactérias intestinais ou vaginais.
Afecta principalmente as mulheres pois a uretra - canal que expele a urina - é mais curto do que nos homens, o que permite que as bactérias alcancem mais facilmente a bexiga.
Embora menos frequentes nos homens, estes também podem sofrer com este tipo de infecção, esta inicia-se em geral, com uma infecção na uretra que se estende à próstata e posteriormente à bexiga.


Cistite de lua-de-mel, porquê?

A infecção da bexiga é frequentemente relacionada com um aumento da actividade sexual da mulher, de facto o acto sexual repetido e as consequentes lesões da uretra, podem ser uma causa da infecção. O termo “cistite de lua-de-mel” surgiu após a cistite ser uma queixa antiga e muito comum que os médicos encontram nas mulheres recém-casadas.


SINTOMAS

Os sintomas mais frequentes são:
Urgente necessidade de urinar
Sensação de ardor ou dor durante a micção
Dor constante ou peso sentido na bexiga - acima do púbis, e por vezes na parte inferior das costas.
Micção frequente durante a noite.
Urina turva
Em aproximadamente 30 % dos casos pode aparecer urina com sangue visível.

Por vezes, uma infecção da bexiga não causa sintomas e é descoberta quando se efectua uma análise de urina por outros motivos.


CAUSAS



O aumento da actividade sexual pode ser uma das causas, principalmente quando associado a uma lubrificação inadequada ou a alguma dor ou desconforto que a mulher pode sentir aquando da penetração.





Existem outras causas para a cistite, como:
Infecção por vírus ou fungos;
Efeito colateral de algum antibiótico;
Baixa imunidade;
Irradiação;
Uso de espermicidas;
Diafragma;
Sonda uretral.


DIAGNÓSTICO

Pode diagnosticar-se uma infecção da bexiga apenas analisando os sintomas característicos.
Em alguns casos, o médico pede a análise de uma amostra de urina. Este procedimento permite identificar o tipo de bactéria e examinar a existência de glóbulos vermelhos, brancos ou outras substâncias.

No caso de haver cistites recorrentes, é importante descobrir quais as causas, para tal, são propostos pelo médico outros exames mais específicos.




SEGUNDO A MTC

O quadro de infecção na bexiga pode ser causado por:
Humidade Externa: sobe pelo meridiano da perna até ao Aquecedor  Inferior;
Alimentação: Doces e gorduras, lacticínios, açúcar - debilitam Baço -  picantes e quentes, álcool, condimentados - Humidade-Mucosidade Calor  Aquecedor Inferior;
Excesso de Actividade Sexual: enfraquece o Rim;
Idade avançada / Doença Crónica: Debilidade do Qi Geral, Afundamento  Qi Baço, Debilidade do Qi do Rim;
Problemas emocionais. Estase Qi Fígado em que o Fogo desce para o  Aquecedor Inferior, originando calor na Bexiga via Intestino Delgado, Fogo  no Coração;
Carregar excesso de peso ou ficar muito tempo em pé: Estase Qi no  Aquecedor Inferior impede a correcta abertura da via das águas e provoca  Estase de fluidos no tracto urinário.


TRATAMENTO e PREVENÇÃO

Quer na Medicina Ocidental como na Medicina Chinesa, como primeira medida aconselha-se a ingestão de grande quantidade de líquidos. De facto, ao urinar, ocorre a expulsão de muitas bactérias para fora do corpo. Nos casos mais leves de cistite as defesas naturais eliminam as restantes bactérias e resolve-se o quadro.
O tratamento mais comum na Medicina Ocidental é feito à base de antibióticos que variam geralmente em tomas de 3, 7 ou 10 dias. 

Para além do tratamento com acupunctura, a MTC usa fitoterapia para tratar a cistite sempre tendo em conta os diferentes quadros clínicos, alguns exemplos são as fórmulas San Miao Wan e Ba Zheng Wan, frequentemente usadas para casos agudos.

Também é usada a fitoterapia ocidental para tratar e aliviar os sintomas, sob a forma de:
Infusão de pés de cereja
Infusão de barbas de milho
Extracto de uva-ursina
Banhos de acento com malvas



Podem aliviar-se os sintomas conseguindo que a urina se torne alcalina, para isso pode beber-se água com bicarbonato de sódio dissolvido.


Como EVITAR a cistite:

De modo a prevenir a cistite de lua-de-mel, ou a comum infecção da bexiga por outras causas, recomendam-se alguns comportamentos diários como:



Beber pelo menos 1,5l de água por dia: para eliminar, através da urina,  as bactérias que poderão encontrar-se na bexiga ou na uretra
Evitar a retenção de urina por longos períodos: urinar regularmente  impede a multiplicação das possíveis bactérias presentes na bexiga
Urinar antes e após a relação sexual: o acto sexual leva à abertura da  uretra e as bactérias que podem existir ao nível da vulva sobem em  direcção à bexiga
Após a ida à casa de banho, limpar-se sempre da frente para trás:   evita pôr as bactérias do ânus em contacto com o orifício da uretra;
Ter atenção a uma boa lubrificação vaginal: de modo a diminuir o atrito  e consequentes lesões na uretra;
Usar roupa interior de algodão, evitar lingerie e calças apertadas:  materiais sintéticos facilitam o aumento da temperatura na zona e a  multiplicação de bactérias;
Ter uma boa higiene local: quando insuficiente ou excessiva favorece a  cistite;
Tratar as diarreias e as prisões de vente: pois favorecem a contaminação  bacteriana;


Fontes:
Apontamentos de aula da cadeira de Medicina Interna, 2012/2013
http://www.dasmariasblog.com/post/15939/o-que-e-cistite-de-lua-de-mel
http://www.momentosaude.com.br/index.php/artigosmostra/259-cistite-da-lua-de-mel
http://www.tuasaude.com/causas-da-cistite/

http://www.manualmerck.net/?id=153&cn=1214

Artigo escrito por Sara Rebelo