Efeito dos antidepressivos na libido da mulher





 Ler em Português   

Read in English



EFEITO DOS ANTIDEPRESSIVOS NA LIBIDO DA MULHER

Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 350 milhões de pessoas sofrem de depressão no mundo. Os distúrbios afetivos, entre eles a depressão, estão frequentemente associados a alterações do comportamento sexual. Tem-
se verificado que muitos medicamentos usados no tratamento dessas doenças podem induzir o aparecimento de disfunções sexuais, sendo de salientar que a maioria das pessoas deprimidas apresenta à partida, uma diminuição do interesse sexual ou perda da satisfação durante o ato sexual.

Sabe-se que os antidepressivos apresentam efeitos colaterais sobre a função sexual, sendo este assunto pouco valorizado pelos médicos.

Desde o seu surgimento, que os inibidores seletivos da reabsorção da serotonina no tratamento da depressão, têm sido associados a alta incidência de efeitos colaterais sexuais. Chegou-se à conclusão que os antidepressivos podem exercer efeitos diretos ou indiretos sobre o Sistema Nervoso Central (SNC). Entre os efeitos indiretos, verifica-se um aumento de sedação causando diminuição do interesse sexual e da atividade sexual. Os efeitos diretos estão relacionados com o SNC autónomo, com alterações no padrão de resposta sexual. Alterando os neurotransmissores, os antidepressivos podem agir também de maneira periférica nos órgãos sexuais. Podem causar tanto aumento como diminuição da resposta sexual. Entre os efeitos colaterais mais comuns potencialmente induzidos por antidepressivos nas mulheres, verifica-se a diminuição da libido, diminuição da excitação, dificuldade de atingir o orgasmo e anorgasmia.  Entre os feitos colaterais não usuais, pode aparecer priapismo clitoriano e aumento da libido.
É importante notar que nem todos os antidepressivos causam disfunção sexual na mesma taxa, a incidência de disfunção é mais alta em inibidores de serotonina (fluoxetina, sertalina, paroetina), embora a maior parte dos fármacos atue negativamente sobre a resposta sexual, continuam a ser largamente utilizados em todo o mundo provocando diminuição do desejo sexual, excitação e dificuldade em atingir o orgasmo.

Na Medicina Tradicional Chinesa




Para a Medicina Tradicional Chinesa a toma de antidepressivos e a consequente falta de libido está relacionada com a diminuição do fogo do Ming Men que é causada pela natureza fria do medicamento que vai inibir a ação do Fogo Ministerial. Este não vai ter capacidade de aquecimento do Rim que vai falhar nas suas funções – O aforismo “Os Rins são a moradia da água e do fogo”, relembra que o yin primordial pertence à água enquanto o yang primordial pertence ao fogo. Este verdadeiro yin e verdadeiro yang devem estar equilibrados e sólidos para garantir um funcionamento orgânico fisiologicamente normal.

As funções atribuídas ao Ming Men cobrem a zona de atividade do Rim Yang, o que é confirmado pelos tratamentos nos quais tonificar o Ming Men é tonificar o Rim yang, sendo assim, falar de Ming Men é falar de Rim Yang.
A primeira e mais importante ação fisiológica do Rim é encerrar o Jing adquirido que rege o crescimento e a reprodução. Uma das síndromes que vai afetar esta ação é o vazio de yang do Rim cujos sintomas são: astenia mental, frio e dor nos lombos e joelhos, corpo e membros frios, micções repetidas, impotência sexual, ejaculação precoce (nos homens) e, mas mulheres esterilidade – “útero frio”.
Assim sendo, pode-se dizer que o frio no útero, provocado pela diminuição do fogo do Ming Men, que é consequência da toma de antidepressivos (de natureza fria), vai provocar a redução de todas as funções sexuais, funções estas que são atribuídas ao Rim.

Segundo Auteroche: “O útero tem a função de governar as regras, de guardar e alimentar o feto. As suas relações com os Rins são muito estreitas, assim como com o Chong Mai e Ren Mai, porque a capacidade de reprodução é regulada pelo Jing Qi dos Rins e o Ren Mai e Chong Mai partem ambos do útero. O útero tem igualmente estreita relação com o Coração, Fígado e o Baço porque as regras normais e a gravidez dependem do sangue. Ora o Coração rege o sangue, o Fígado armazena o sangue e o Baço pode produzir e conter o sangue. É por isso que o mau funcionamento do Coração, do Fígado e do o afeta a atividade normal do útero. Assim, quando o Coração e Baço estão vazios e o sangue e a energia são insuficientes, as regras podem ser insignificantes, atrasadas e mesmo paradas...”

Vimos assim que a diminuição do fogo do Ming Men que vai criar frio no Rim e como consequência, no útero, tem estreita relação com o Coração, Fígado e Baço, estando estes órgãos também envolvidos no desenvolvimento desta condição.
Ao tratar uma mulher que sofre de diminuição da libido sexual tem sempre que se ter em conta o estado destes órgãos e tratar cada um deles conforme os sintomas que se nos apresentarem, porque todos eles ou vão estar afetados pela condição do Rim em vazio ou vão estes órgãos ter um papel importante no agravamento da condição.

É fundamental não descuidar do tratamento da depressão para ter melhor desempenho sexual, a depressão precisa de ser resolvida, quem continua deprimido não consegue ter uma vida sexual satisfatória, primeiro deve-se tratar a depressão – restituir o humor eutímico, e só depois tratar a disfunção sexual.

Tratamentos em MTC
Considerando que a síndrome principal que aparece quando há libido diminuída na mulher provocada por toma de antidepressivos é o Vazio de Qi do Rim, com deficiência do Ren Mai e Chong Mai. Podendo sempre apresentar sintomas de órgãos que estão relacionados e que têm que ser tratados, como já foi referido, sendo que é bastante frequente haver vazio de yang do Rim com Vazio de Qi do Baço.

Princípios terapêuticos para a condição base (vazio de Qi do Rim):
-Tonificar o Qi do Rim
-Aquecer yang do Rim
-Tonificar o sangue para regularizar Chong Mai e Ren Mai

Pontos a usar
Pontos que regularizam e favorecem a circulação no Chong Mai e Ren Mai:
4BP, 5BP, 3R, 5R, 13R, 14R

Rim em Vazio:
23B, 24VC, 6 ou 8BP, 43B, 3R, 33B

Se o yang do Rim for deficiente, é preciso aquecer e tonificar o yang:
Substituir o 8BP e 43B por:
4VG, 52B, 5VC

Em termos de fitoterapia o livro verde da Universidade de Nanjing, aconselha a fórmula Yu Lin Zhu, cujo principal ingrediente é a Codonopsis, que é um tónico de Qi do BP.
Maciocia prescreve o uso de Yang Jing Zhong Yu Tang, que tem como planta imperadora a Rehmania preparada que é uma tónica de yin, sangue e Líquidos Orgânicos (para nutrir a essência).

Nutrição

Deve-se optar por alimentos que pertençam aos elementos terra e água, são alimentos que vão tonificar Baço e Rim.
As especiarias são também importantes para o aquecimento do yang corporal.
São então aconselhados alimentos de natureza salgada e doce e de temperatura morna e quente.
Deverá então ser uma alimentação à base de:
Peixe como o salmão, truta, bacalhau, atum, camarões e mexilhão.
Vegetais como a cenoura, abobora, batatas, cebola, alho, rábano e aipo
Fruta como pera, framboesas, maçãs.
Carne como o cordeiro e rins
Pode-se ainda incluir outros alimentos como o vinho tinto e as nozes
No que diz respeito à confeção deve-se dar prioridade a alimentos grelhados.

Outros concelhos

prática regular de exercício físico, não muito intensa porque à partida esta é uma condição de deficiência em que não podemos desgastar muito a energia que existe.

A MTC pode criar valor acrescentado ao tratar mulheres que tomam antidepressivos e que não querem deixar de tomar, pois é possível tratar em simultâneo a perda de desejo sexual e não retirar o medicamento se a pessoa se sentir mais segura, ou ir tentando retirar o medicamento aos poucos, à medida que a pessoa for apresentando melhoria de sintomas, pode-se ainda tratar em conjunto a depressão e o desejo sexual diminuído naqueles pacientes que ainda não estiverem a tomar medicação ou já tiverem tomado e não o queriam voltar a fazer.




Artigo escrito por Constança Castro baseado no trabalho da mesma para a cadeira de Ginecologia, traduzido por Rita Bernardes, publicado por Jorge Ribeiro
Fonte das imagens: Google